Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DIÁRIO 89

Criando memórias desde 1989

31
Out19

Florença

Itália sempre foi o país pelo qual me senti apaixonada sem ainda o conhecer. Não sei realmente porquê, mas sempre houve algo que me fascinava nele. Como dizem, há amores que não se explicam! Florença era então a cidade com a qual mais sonhava sempre que imaginava Itália, de tal maneira que fazia parte da minha lista de sonhos a concretizar. Não era um sonho assim tão difícil de concretizar, em comparação com outros, mas a verdade é que às vezes há coisas que estão ao nosso alcance que simplesmente deixamos passar ao lado, à espera do melhor momento. E porque não tomar o agora como o melhor momento?
Depois de conhecer Roma há dois anos, Pisa na véspera, e após uma hora de viagem de comboio, finalmente cheguei a Florença no dia dos meus trinta anos. Parti à descoberta de sorriso no rosto, e de coração feliz por ali estar. Saímos da estação, começando pela Piazza Santa Maria Novella, prosseguindo pelas ruas de Florença sem ajuda de mapas. Quantos mais passos dávamos, mais deslumbrados ficávamos.

IMG_3016.JPG

IMG_3010.JPG

IMG_3681.JPG

Chegamos à Piazza della Signoria, uma simpática praça, onde podemos encontrar o Palazzo Vecchio, sede da prefeitura e museu. Imediatamente ao lado do palácio está a Loggia dei Lanzi, um museu ao ar livre com diversas esculturas. Por aqui encontramos-nos com o famoso David, de Michelangelo! Uma das muitas réplicas, visto que a escultura original encontra-se na Galleria dell'Accademia.

IMG_3616.JPG

IMG_3669.JPG

IMG_3795.JPG

IMG_3800.JPG

O Palazzo Vecchio está ligado à Galleria degli Uffizi e ao Palazzo Pitti através do Vasari Corridor. Este era um corredor privado dos Médici, o qual está forrado por pinturas. O palácio Pitti era o antigo lar dos Grandes Duques da Toscana, tendo albergado importantes famílias como por exemplo os Bonaparte.
Florença é sem a menor dúvida, uma cidade repleta de arte e imenso charme. Fomos acolhidos por um tempo tão bom para um mês de Fevereiro, que preferimos apreciar a beleza das ruas e praças, dos edifícios e monumentos, das pontes e do rio, e até da maravilhosa gastronomia. Com isto tudo e dois dias de sol, deixamos completamente de lado os museus.

IMG_3779.JPG

IMG_3788.JPG

IMG_3762.JPG

Já nos questionávamos se Florença não era tão ou mais bonita que Roma, até conhecermos a Piazza del Duomo com o imponente Duomo. Nem de longe as imagens vistas previamente na internet, fazem jus a ver esta catedral gótica ao vivo. Entre os tons de mármore verde, rosa e branco, ficamos colados a olhar para a catedral de Santa Maria del Fiore. Bellissima!

IMG_3848.JPG

IMG_3867.JPG

IMG_3872.JPG

10
Set19

Pisa

Em Fevereiro despedi-me dos 29 viajando até Itália, mais precisamente até Pisa. Entre vários destinos ponderados, não pensei que fosse voltar a Itália onde tinha estado há dois anos atrás. Porém, desta vez incluí no roteiro a cidade que sempre sonhei conhecer, Florença! Mas comecemos por Pisa, a cidade que foi o ponto de partida, na qual aterramos na véspera do meu aniversário.

IMG_2981.JPG

IMG_4028.JPG

IMG_4020.JPG

Depois de uma breve viagem de comboio chegamos ao centro da cidade de Pisa, e sem ainda ter visto a emblemática torre, já estávamos encantados com a cidade que é banhada pelo rio Arno. Entramos Pisa adentro, em direção a um dos mais famosos monumentos do mundo. Com bilhetes comprados antecipadamente e hora marcada, não tínhamos tempo a perder.

Assim que chegamos à Piazza del Duomo e começamos a avistar a torre, foi sem dúvida uma surpresa, pois não pensávamos que ela fosse tão bonita e tão original ao vivo. A surpresa continuou assim que entramos dentro, e constatamos por nós mesmos a inclinação que se torna ainda mais evidente ao longo da subida e descida da torre. No topo da Torre de Pisa, fomos brindados com uma vista incrível sobre a cidade.

IMG_20190221_180408.jpg

IMG_20190221_172521.jpg

IMG_20190221_172259.jpg

Depois de andarmos às voltas dentro de uma torre inclinada, decidimos visitar a Catedral de Pisa assim como o Batistério que se encontram no mesmo local, o que infelizmente acabamos por não fazer, porque estavam a encerrar. Posto isto, sobrou-nos tempo para o quê? Para as típicas fotografias ridículas com a famosa torre! É mesmo ridículo a quantidade de gente em poses bizarras, mas ao mesmo tempo é algo absolutamente impossível de não fazer estando lá!

01
Mar19

Mangiare

mangiare2.jpg

Há uns bons anos li o livro Comer, Orar e Amar de Elisabeth Gilbert, e lembro-me deste ter despertado em mim várias curiosidades, uma delas a meditação, algo ainda por descobrir um dia. No entanto, nestes últimos dias passados em Itália, foi impossível não recordar este livro. Qual o melhor país para comer senão este, principalmente para quem é amante de massas? Para não falar das pizzas, dos gelados, dos paninis, dos cappuccinos... Mamma mia! Itália é sem dúvida o meu país preferido, a seguir a Portugal. Voltei de lá com os olhos deslumbrados e com uma barriga bem saciada!
24
Mar18

Saudades de Roma e da Primavera

cats.jpg

Pensar que há um ano estava a passear nas ruas da cidade eterna e a apaixonar-me pelos gelados italianos, traz-me muita saudade. Mas também tenho imensa saudade da Primavera que já se fazia sentir, com temperaturas acima dos vinte graus. Este ano a Primavera estreou-se com flocos de neve, e os casacos quentes ainda não foram arrumados. Sinto que o inverno nunca mais acaba!

02
Ago17

Roma II

Roma é conhecida como A Cidade Eterna, pois é uma das mais antigas cidades ocupadas na Europa. Segundo a lenda, Roma foi fundada no ano 753 a.C. por Rómulo e Remo, dois irmãos gémeos que foram amamentados por uma loba. Durante a fundação da cidade, as divergências foram mais fortes e Rómulo acabou por assassinar Remo. Uma lenda da mitologia romana, que torna esta cidade ainda mais cativante.

20475419_6mELT.jpeg

Durante a nossa estadia de três dias na belíssima cidade de Roma, visitamos o Vaticano, a sede da Igreja Católica. O Estado da Cidade do Vaticano, como é apelidado oficialmente, é um enclave entre muros dentro da cidade de Roma, tornando deste modo a capital de Itália como a única cidade no mundo que possui no seu interior um país! 
Assim que chegamos ao Vaticano, dirigimos-nos à Praça de São Pedro, e confesso que senti um arrepio na pele quando entrei através das colunas da praça. Um local de tanta fé, que muito antes da Roma pré-cristã foi o local dos oráculos, e acredita-se que tenha sido neste local que São Pedro foi martirizado e sepultado, onde outrora existia o Circo de Nero (onde os cristãos eram executados na Roma antiga).

20475731_uA94A.jpeg

DSC08810.JPG

20170324_111201.jpg

DSC08838.JPG

DSC08792.JPG

DSC08799.JPG

08
Jun17

Roma I

Conhecer a Dolce Vita faz parte dos meus sonhos há algum tempo. Sempre tive um certo fascínio por Itália e adorava saber falar italiano, para não falar da pasta uma das comidas que mais gosto! O meu sonho era poder percorrer este país de mochila ás costas, com tempo de apreciar cada canto e recanto. Porém, nem sempre é fácil conciliar a nossa vida com os nossos sonhos, pelo que escolhemos a primeira cidade italiana a descobrir: Roma. 
Confesso que sempre que imaginava conhecer Itália, nunca era Roma que surgia em primeiro, mas sim Florença, Veneza ou até Nápoles. Depois de alguma pesquisa a curiosidade começou a aumentar, e a ansiedade para que o dia da viagem chegasse foi cada vez maior. Chegou então a penúltima quinta-feira do mês de Março, e voamos rumo a terras romanas!

Aterramos em solo romano de manhã cedo, e apesar de cansados por termos dormido muito pouco estávamos ansiosos por descobrir uma das cidades mais importantes da história da humanidade.
Após sair do avião dirigimos-nos para o autocarro que nos levaria ao centro de Roma, mais precisamente à estação de comboios Termini. Durante esta curta viagem fomos observando a cidade e um dos pormenores que nos saltou logo à vista foi a falta de limpeza nas ruas, bem como a presença de vários sem-abrigo. Sabemos perfeitamente que estes dois problemas estão quase sempre presentes nas grandes metrópoles, porém também sabemos que já visitamos capitais bastante mais limpas... De qualquer modo, nada nos desmotivou de descobrir a cidade que rapidamente se tornou uma das nossas favoritas!
Assim que chegamos a Termini e saímos do autocarro, os nossos pés tornaram-se no nosso melhor aliado durante os três dias, visto que foram eles que nos levaram a conhecer os lugares mais emblemáticos de Roma. O primeiro objectivo da viagem era visitar o deslumbrante Colosseo.
Conhecido também por Amphitheatrum Flavium, o coliseu foi usado para combates de gladiadores e espectáculos públicos, para posteriormente albergar habitações, oficinas, a sede de uma ordem religiosa, uma fortaleza, uma pedreira e um santuário cristão. Em 2007 foi considerado umas das Sete Maravilhas do Mundo Moderno. Difícil é não estar de acordo em considerar o Colosseo uma maravilha, pois ficamos deslumbrados assim que o vimos à nossa frente! Com o bilhete adquiro online (o que aconselho vivamente, pois evitam as filas de espera nas bilheteiras), lá entramos nós dentro do imponente Colosseo, recuando ao passado numa fracção de segundos...

20460227_ms7L5.jpeg

DSC08608.JPG

DSC08534.JPG

DSC08528.JPG

20460258_07slb.jpeg

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

diariooitentaenove@gmail.com