Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DIÁRIO 89

Criando memórias desde 1989

16
Nov19

Daqueles dias

Hoje é daqueles dias que acordo de sorriso no rosto, e ele perdura o dia todo. Daqueles dias, que mesmo que eu odeie trabalhar ao fim de semana, tenho vontade de ir.  Daqueles dias que quero que passe bem rápido, pois sei que algo de bom me espera no final. Daqueles dias que esperamos ansiosamente após cada despedida. Daqueles dias que nos mostram o poder do reencontro. Daqueles dias que os nossos braços se fazem pequenos num abraço. Daqueles dias que o nosso coração se preenche da presença daqueles que amamos.

22
Out19

O vestido

IMG_20191017_231342.jpg

O meu vestido de noiva faz parte das melhores recordações que ficaram do nosso casamento. Dou por mim cheia de saudade, quando vejo um casamento em algum filme ou programa de televisão. Fico com vontade de voltar a vesti-lo e sentir-me como naquele dia. Vestida de branco, tule e renda, sentia-me linda por fora mas sobretudo por dentro. Apesar do comprimento do vestido, do saiote, do imenso véu e dos enormes saltos de doze centímetros, sentia-me leve. Leve e imensamente feliz.

06
Nov18

A Nossa Vez

IMG_20180825_134839_234.jpg

Acordei pensando "É hoje!". O dia começou de forma normal, sem ti ao meu lado, visto termos passado esta última noite a sós. Tomei o pequeno-almoço, fui buscar as flores e ainda dei uma arrumadela à casa, coisas normais do quotidiano, num dia que tinha tudo para ser fora do comum.
A maquilhadora e a cabeleireira foram as primeiras a aparecer em casa. De armas e bagagens, foram-se instalando para me transformarem numa princesa. Fomos conversando serenamente de tudo e de nada. Confidenciaram-me que estavas tranquilo quando te viram momentos antes, o que me surpreendeu, por seres de natureza um pouco nervoso.
Assim que elas terminaram, eu já só queria vestir o vestido. Esperei pelas damas de honor, e por momentos senti uma ponta de stress aparecer. Duas delas acabaram por chegar, e sem mais demoras vestiram-me num misto de alegria e emoção. Corri receber os meus convidados, e entre beijos, abraços e fotografias a derradeira hora chegara.
Entrei no carocha branco dos anos 60 com os meus dois anjinhos, e lá fomos nós em direção à igreja. Entre o espanto de um em andar num carro sem cinto, e o choro de outro por o carro ter tido dificuldade a pegar, houve um momento em que fui invadida por uma enorme emoção. Aquele era o momento.
Assim que chegamos, o meu pai veio buscar-me ao carro para me acompanhar ao altar. A magnífica Ave Maria de Schubert estava a ser cantada quando entrei na igreja, a qual deixei de ouvir assim que comecei a ver os rostos familiares que foram surgindo à minha frente. Acabei presa no teu olhar e no teu melhor sorriso.
Com muita emoção e um pouco de nervos à mistura, a cerimónia decorreu melhor que o esperado. O sacramento do matrimónio, as leituras lidas pelas melhores, o rito judaico e uma declaração de gratidão dirigida aos nossos pais. Não faltaram os sorrisos, as lágrimas, os risos e até as palmas.
Saímos da igreja cobertos pelo meu véu rendado, sobre um manto de capas negras, debaixo de uma chuva de arroz e purpurinas. Beijos, abraços e mil desejos de felicidade. A festa ainda ia no início e os comentários sobre estar tudo a ser magnífico já se faziam ouvir.

22
Jul17

A Head Full Of Dreams

O concerto dos Coldplay no qual tive a felicidade de estar presente, foi um dos momentos mais mágicos dos últimos tempos. A espera por este dia foi longa, com bilhetes comprados em Novembro, pelo que foi com alguma ansiedade que me dirigi ao Stade de France. Entre encontrar os amigos no meio da multidão, à visão arrebatadora sobre um mar de gente a brilhar quando subi para os ombros do noivo, este dia acabou por superar quaisquer expectativas.
Milhares de pessoas a cintilar, entoando canções com significados tão bonitos. Milhares de pessoas a saltar, tentando alcançar os enormes balões coloridos. Milhares de pessoas a dançar, sob uma chuva de confettis. Milhares de pessoas a ser felizes com o simples poder da música.
O dia estava bastante quente, e acho que nunca transpirei tanto na minha vida, mas sinceramente o calor humano sentido foi ainda maior! Música após música fui ficando exausta fisicamente, mas ainda assim era capaz de ficar ali por horas, pois psicologicamente eu estava tudo menos cansada. Obrigada Coldplay por um momento tão, mas tão mágico!

 "Turn you magic on, to me she'd say. Everything you want is a dream away."  
(Adventure of a Lifetime, Coldplay)

19
Set16

Verão doce Verão

Uma semana depois das férias terem terminado e o regresso inevitável à rotina, cá estou eu de volta a este cantinho. O fim das férias de Verão, o até já à família e a Portugal, o pousar das malas cá em casa e o ter de voltar a acordar para um dia de trabalho são coisas que custam horrores, ainda mais quando o sol já decidiu desaparecer por aqui.

Lentamente vamos-nos reabituando à rotina, e o relembrar dos excelentes momentos que passamos durante as férias só nos fazem querer traçar mais planos para os próximos tempos, e ideias não faltam! Qual será o próximo destino, a próxima aventura com os amigos, a próxima festa, o próximo reencontro com a família, o próximo momento para ser feliz? Porque o mais importante na vida é isso mesmo, fazer de tudo para ser feliz!

Enquanto aguardamos pelos próximos episódios das nossas vidas, vamos olhando para as fotografias das férias, nas quais tivemos um dos Verões mais bonitos dos últimos anos com direito a sol diariamente, trazendo connosco uma pele bem dourada em jeito de recordação.

Um verão muito feliz, feito de momentos inesquecíveis com muito sol, espadal, praia, família, sangria, girassóis, piscina, caipirinha de maracujá, Mallorca, bóias,  palmeiras, Gerês e muito mais!

19915090_N7vc2.jpeg

 Verão doce Verão, até para o ano!

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

diariooitentaenove@gmail.com