Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DIÁRIO 89

Criando memórias desde 1989

22
Fev19

Chegar aos trinta

Cheguei aos trinta. Preciso escreve-lo para acreditar nisso, pois interiormente sinto a idade como apenas um número. Sinceramente? Acho que me sentirei sempre assim, jovem e com vontade de viver este mundo e o outro, apesar dos anos desfilarem a uma velocidade estonteante.

Chegar aos trinta é sentir-me imensamente grata por aquilo que a vida me tem dado, e por aqueles que fazem parte dela. É continuar a sentir-me uma miúda, mesmo com as primeiras rugas a quererem dar o ar da sua graça. É conhecer-me cada vez melhor, e adorar esta auto-descoberta. É saber que sou feliz com coisas simples, como um pôr do sol, um amanhecer ou uma lua num céu estrelado. É nunca perder o meu lado sonhador, que julgo ser a característica que mais me define. É não me impedir de me deixar levar pela música, seja dançando ou sonhando um pouco mais. É querer acreditar que existe algo que nos transcende, algures no universo, que nos guia e nos conforta. É realizar que há planos que não passam disso, e aceitar a vida como uma caixinha de surpresas. É ter um pouco de medo do amanhã, mas a coragem e a fé serem maiores. É ainda não ter filhos, mas sentir os sobrinhos como um pequeno pedaço de mim. É começar a pensar em ter os meus. É sentir imensa saudade daqueles que já só vivem dentro do nosso coração. É ter tatuado o sentimento que melhor define aquilo que a felicidade deixa na nossa alma, a saudade. É ter viajado por aqui e por ali, mas ter vontade de agarrar numa mochila sem destino. É adorar este meu lado aventureiro. É sentir que estou aqui por um propósito, e estar ansiosa de o descobrir. É ter aberto os olhos ao mundo há três décadas, sem saber o que ele tinha para me mostrar, e hoje sentir que eles são pequenos demais para tudo aquilo que eles anseiam ver. É isto e tanto mais.

De Florença com amor.

19
Jun18

Aos teus entas irmã

Hoje poderia dizer tanta coisa sobre uma das pessoas mais importantes da minha vida, mas o meu peito enche-se de saudade, o que torna complicado exprimir-me sem que uma lágrima se solte.

Só quero dizer que apesar de entrares nos temidos "entas", a idade é apenas um número e que esse número dá vontade de rir quando olhamos para ti.

Sorri quando olhares para trás, e vê o quanto acreditaste em dias melhores mesmo que a vida te tenha pregado partidas. Se há um ano o teu dia foi passado numa cama de hospital achando que tinhas perdido o teu filho, hoje olha para os teus braços e enche-o de mimo.

Com o melhor presente que a vida te podia dar, seria perfeito se estivéssemos todos juntos, mas melhores dias virão! Por isso mesmo à distância, estarei presente de todo coração para te dizer que os quarenta te ficam maravilhosamente bem, e que nada neste mundo pode-nos separar.

26
Fev18

Vinte e nove

IMG_20180226_162548_294.jpg

Os vinte e nove chegaram no passado dia vinte e dois. É incrível como os anos passam cada vez mais rápido, mas mais incrível é sentir que o meu espírito jovem se mantém! A data foi celebrada com os amigos, aqueles a quem chamo de segunda família, porque é isso mesmo que eles têm sido nos últimos anos. Uma família que se criou fruto da distância do nosso país e daqueles que amamos, resultando numa tão bela amizade. Como é que em mais um ano não posso estar grata daquilo que a vida me oferece? Obrigada vida, vamos aproveitar este último ano dos vintes!

27
Fev17

Vinte e oito

Pois é, enquanto andei ausente por aqui, tornei-me um pouquinho mais vintage! Completei mais uma primavera na última quarta-feira, deixando-me mais perto dos temíveis 30! Visto ter trabalhado no fim de semana, acabei por festejar no próprio dia com os amigos, porque quando a gente quer a quarta-feira vira sábado não é? Para dizer a verdade nem estava com grande vontade de festejar, mas lá acabei por me motivar e preparei tudo com carinho de forma a receber os meus vinte e oito anos da melhor maneira!

Foi uma noite bem passada com os amigos, com direito a uma vídeochamada com a família que me aqueceu o coração. Ao atender a chamada perguntaram se podiam cantar-me os parabéns, com direito a bolo com velas e tudo! Fiquei mesmo feliz com esta pequena surpresa que me prepararam, pelo que foi difícil não me sentir emocionada. Coisas simples, com tanto valor!

20170222_195908.jpg

20170222_195913.jpg

20170223_002041.jpg

 Bora aproveitar os vinte e oito! 

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.