Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DIÁRIO 89

Criando memórias desde 1989

04
Ago19

Sinal do Cosmos

Nos últimos tempos tenho refletido muito sobre a minha vida, e no tempo precioso que por vezes, para não dizer imensas, desperdiço de forma completamente inútil. Seja por pura preguiça, seja por culpa das novas tecnologias, das quais nos tornamos completamente dependentes.
Tenho uma grande vontade de mudar isso. Tenho uma grande vontade de conseguir organizar o meu tempo livre de forma útil e produtiva. Tenho uma grande vontade, que não passa disso se eu não avançar com ações.
Durante as últimas férias, até consegui estar um pouco afastada, o que muito sinceramente me soube bem. Mas volta e meia, voltamos à rotina e com ela os velhos hábitos voltam também. Com isto surge aquela espécie de frustração, sentindo-me uma falhada na missão de ser alguém que aproveita melhor o seu tempo. Até comecei a ler um livro intitulado O poder do tempo livre!
Mas não é que o Cosmos decidiu enviar-me uma mensagem para me ajudar? O meu telemóvel, que estava pousado na estante em cima da sanita, simplesmente resolveu dar um mergulho. Recuperei-o com sinais de morte iminente, pensando que isto para além de azar, só podia ser um sinal. Sinal que eu poderia muito bem ter esperado por satisfazer as minhas necessidades básicas, e deixar para depois o que estava a fazer no telemóvel antes de o pousar. Tentei relativizar ao máximo, apesar de me sentir muito chateada (e ainda me sinto). Porque pensando bem, antigamente vivíamos bem e com certeza melhor, quando era só e apenas a nossa merda que caía para dentro da sanita.


P.S.: Depois de repousar em arroz, o meu telemóvel cor de rosa repousa hoje em paz.

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

diariooitentaenove@gmail.com