Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DIÁRIO 89

Criando memórias desde 1989

31
Out19

Florença

Itália sempre foi o país pelo qual me senti apaixonada sem ainda o conhecer. Não sei realmente porquê, mas sempre houve algo que me fascinava nele. Como dizem, há amores que não se explicam! Florença era então a cidade com a qual mais sonhava sempre que imaginava Itália, de tal maneira que fazia parte da minha lista de sonhos a concretizar. Não era um sonho assim tão difícil de concretizar, em comparação com outros, mas a verdade é que às vezes há coisas que estão ao nosso alcance que simplesmente deixamos passar ao lado, à espera do melhor momento. E porque não tomar o agora como o melhor momento?
Depois de conhecer Roma há dois anos, Pisa na véspera, e após uma hora de viagem de comboio, finalmente cheguei a Florença no dia dos meus trinta anos. Parti à descoberta de sorriso no rosto, e de coração feliz por ali estar. Saímos da estação, começando pela Piazza Santa Maria Novella, prosseguindo pelas ruas de Florença sem ajuda de mapas. Quantos mais passos dávamos, mais deslumbrados ficávamos.

IMG_3016.JPG

IMG_3010.JPG

IMG_3681.JPG

Chegamos à Piazza della Signoria, uma simpática praça, onde podemos encontrar o Palazzo Vecchio, sede da prefeitura e museu. Imediatamente ao lado do palácio está a Loggia dei Lanzi, um museu ao ar livre com diversas esculturas. Por aqui encontramos-nos com o famoso David, de Michelangelo! Uma das muitas réplicas, visto que a escultura original encontra-se na Galleria dell'Accademia.

IMG_3616.JPG

IMG_3669.JPG

IMG_3795.JPG

IMG_3800.JPG

O Palazzo Vecchio está ligado à Galleria degli Uffizi e ao Palazzo Pitti através do Vasari Corridor. Este era um corredor privado dos Médici, o qual está forrado por pinturas. O palácio Pitti era o antigo lar dos Grandes Duques da Toscana, tendo albergado importantes famílias como por exemplo os Bonaparte.
Florença é sem a menor dúvida, uma cidade repleta de arte e imenso charme. Fomos acolhidos por um tempo tão bom para um mês de Fevereiro, que preferimos apreciar a beleza das ruas e praças, dos edifícios e monumentos, das pontes e do rio, e até da maravilhosa gastronomia. Com isto tudo e dois dias de sol, deixamos completamente de lado os museus.

IMG_3779.JPG

IMG_3788.JPG

IMG_3762.JPG

Já nos questionávamos se Florença não era tão ou mais bonita que Roma, até conhecermos a Piazza del Duomo com o imponente Duomo. Nem de longe as imagens vistas previamente na internet, fazem jus a ver esta catedral gótica ao vivo. Entre os tons de mármore verde, rosa e branco, ficamos colados a olhar para a catedral de Santa Maria del Fiore. Bellissima!

IMG_3848.JPG

IMG_3867.JPG

IMG_3872.JPG

Depois de deslumbrados pela enorme catedral, libertamos algum peso das nossas costas no quarto que alugamos ali bem perto. Prosseguimos a nossa descoberta nestes dois dias, andando sem rumo, algo que fazemos com recorrência quando viajamos. É possível que por vezes percamos tempo e passemos mais de uma vez nos mesmos sítios, mas usamos mais o mapa para encontrar onde comer e dormir, de resto vamos com a maré. Acabamos sempre por dar com os sítios que queremos visitar, e encontramos tantos outros surpreendentes.
Passamos na Piazza Santa Croce, na Piazza della Republica com o seu bonito carrócel e artistas de rua, na Piazza San Lorenzo com o seu tradicional Mercato di San Lorenzo onde são vendidos todo o tipo de produtos no típico couro italiano, e pela Fontana del Porcellino, o famoso javali de bronze, onde esfregar o seu nariz dá sorte para voltar e uma moeda na sua boca dá direito a pedir um desejo, e se esta cair, o desejo é concretizado!

IMG_20190222_124407.jpg

IMG_3688.JPG

IMG_3842.JPG

IMG_3911.JPG

IMG_3882.JPG

IMG_3888.JPG

IMG_3777.JPG

São tantos os lugares a não perder em Florença, mas aquele que não pode mesmo falhar no roteiro é a Ponte Vecchio. Esta é sem dúvida a ponte mais diferente e mais bonita que já vi. Ergue-se por cima do rio Arno, nos seus tons verdes e amarelos deixando-nos maravilhados. Tão maravilhados, que ela sobreviveu à Segunda Guerra Mundial graças à sua beleza! E quando a atravessamos? Se já sentimos estar num filme medieval em toda Florença, aqui esse sentimento atinge o seu auge!
No meio de tanto passeio o que não pode faltar? Saciar o nosso estômago pois claro. E não podia estar no melhor sítio do mundo para isso! Destaco o melhor panini de sempre, na Panini Toscani em plena Piazza del Duomo, com deliciosos produtos tipicamente toscanos, e o gelado artesanal divinal de lavanda e mascarpone, na La Strega Nocciola, onde existem sempre sabores surpreendentes. Ai Itália, como não continuar apaixonada por ti?

IMG_3895.JPG

IMG_20190222_154709.jpg

IMG_20190222_154839.jpg

IMG_3745.JPG

No final do primeiro dia em Florença, subimos encosta acima até à Piazzale Michelangelo onde recebi a melhor prenda do meu trigésimo aniversário. Um pôr do sol toscano, sob a magnífica Firenze. Num ambiente amistoso, com uma música italiana de fundo sobre Florença cantada ao vivo, o sol foi-se despedindo, dando um cenário ainda mais incrível sobre aqueles telhados de terracota diante dos nossos olhos.

IMG_3169.JPG

IMG_3259.JPG

IMG_3283.JPG

IMG_3318.JPG

Talvez este momento me tenha inspirado, pois assim que o sol se pôs, tirei as melhores fotografias desta viagem, senão de sempre. Tive de captar aquela atmosfera para além da minha memória. O crepúsculo em Firenze, algo que nunca esquecerei. Voglio tornare!

IMG_3376.JPG

IMG_3355.JPG

IMG_3360.JPG

Terminei este vinte e dois de Fevereiro, soprando mais uma vela num quarto em pleno coração de Florença, com a minha alma repleta de gratidão. Hoje sinto-me ainda mais grata por terminar o relato desta viagem tão sonhada e da lista riscada, por ter o meu diário nomeado para os Sapos do Ano, na categoria Viagens!

14 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

diariooitentaenove@gmail.com