Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DIÁRIO 89

Criando memórias desde 1989

10
Jun15

Barcelona

No aniversário do namorido em 2012 presentei-o com uma viagem de dois dias a Barcelona. Após várias pesquisas pareceu-me ser uma excelente cidade a conhecer, e não me enganei. No início de Novembro rumamos para esta magnífica cidade da Catalunha.

19963908_vzeFL.jpeg

Quando aterramos no aeroporto de El Prat, saímos do avião e dirigimos-nos ao comboio. Pelo caminho quase nos cruzávamos com a equipa de futebol do FC Barcelona, mas só chegamos a tempo de vislumbrar o autocarro.

Logo à saída do aeroporto achamos que a rede de transportes é muito boa, visto que temos facilmente acesso ao comboio que nos leva ao centro de Barcelona e lá podemos contar com o metro que nos leva a qualquer ponto da cidade. 

O primeiro lugar que procuramos foi o Parc Güell, não porque nos apeteceu, mas porque eu tinha planeado ao pormenor a viagem visto que esta era apenas de dois dias. Saímos então na estação de metro perto deste parque e após alguma caminhada encontramos uma imensa subida que nos levaria lá. Quando digo imensa subida, não é um exagero. A rua era de tal maneira inclinada que parecia formar um semi-círculo! O que vale existiam escadas rolantes...

19963909_1S487.jpeg

19963910_3ZtCv.jpeg

Finalmente no Parc Güell descobrimos uma vista deslumbrante sobre a cidade e o mar, imensas palmeiras e o som de imensos pássaros a cantar. Quanto à arquitectura, esta é sem dúvida fabulosa com a típica cerâmica colorida e brilhante. E quanto aos pavilhões que parecem feitos de bolacha? Espectaculares! Num destes pavilhões podemos encontrar a Casa-Museu Gaudí.

O Parc Güell é um parque urbano de cerca de 17 héctares concedido por Gaudí, tendo sido construído entre 1900 e 1914. 

19963931_HEQK5.jpeg

19963933_KJZtU.jpeg

19963932_UqrLH.jpeg

19963936_iLoAH.jpeg

19963936_iLoAH.jpeg

19963938_RV14Q.jpeg

Após passarmos um bom bocado de tempo neste bonito parque partimos à descoberta das ruas onde encontramos lojas cheias de lembranças feitas em cerâmica, além de imensos homens estátua em cada esquina.

19963942_w6BPN.jpeg

19963941_Cua7v.jpeg

A visita seguinte seria a Sagrada Família, porém as enormes filas fizeram-nos adiar para o dia seguinte! Fomos então almoçar, efectuar o check-in no hostel que reservamos e depois partimos à descoberta da Plaça da Catalunya e Passeig de Grácia.

Passamos pela Casa Batló, também conhecida como Casa dos Ossos. Este é um edifício reformado por Gaudí entre 1904 e 1906. Decidimos não visitar o interior pois o preço do bilhete não nos atraiu pelo que admiramos esta casa no seu exterior, a qual é bastante curiosa.

19963943_ZUyoU.jpeg

19963944_iShLH.jpeg

Seguiram-se Las Ramblas, uma animada avenida inundada de gente, desde turistas a artistas. Gostamos imenso desta avenida, onde encontramos o maravilhoso Mercat Sant Josep, La Boqueria. Um mercado fora do comum inaugurado em 1840! Muito organizado e super colorido. Tem todos os produtos encontrados habitualmente num mercado, além de imensas guloseimas como chocolates e gomas. Nós provamos apenas os sumos de fruta, mas olhando agora para as fotografias não sei como não provamos mais coisas!

19963949_tM8yd.jpeg

19963950_SE6vK.jpeg

19963946_JVdRa.jpeg

19963947_49nf1.jpeg

19963948_C8taD.jpeg

Após sair do mercado fomos descendo Las Ramblas de encontro a estátua de Cristóvão Colombo, onde este aponta para as Américas. Imediatamente ao lado encontramos o Port de Barcelona, onde podemos passear perto das gaivotas apreciando a vista sobre o Montjuic.

19963952_2HVQW.jpeg

19963953_O35i4.jpeg

19963954_TRSeI.jpeg

19963951_PPTCO.jpeg

19963956_b0DA6.jpeg

Obviamente que depois de estarmos no porto resolvemos procurar a praia, mais precisamente a praia de Barceloneta. Após uma longa caminhada lá a encontramos, e apesar de estarmos em Novembro tivemos de molhar os pés no Mediterrâneo, pela primeira vez. Recordo-me que nos soube pela vida visto que sentíamos os pés bastante cansados. Outra coisa que me lembro, foi uma situação caricata que nos aconteceu no areal. Surgiu um sujeito a vender bebidas, mas ao mesmo tempo que nos mostrava as bebidas, numa das mãos ele tinha um saco com erva. Apesar da insistência, o suposto vendedor de bebidas foi embora com os bolsos vazios!

19963958_8KbJ8.jpeg

19963957_Y2DLR.jpeg

Já a noite tinha chegado quando resolvemos abandonar o areal e ir descobrir mais alguns cantinhos desta magnífica cidade. Fomos de encontro ao Barri Gótic e a Plaça de Sant Jaume. Foi uma visita rápida pois estávamos já bastante cansados, tenho imensa pena de não ter explorado mais esta interessante área da cidade.

19963959_My3lz.jpeg

19963960_v5M1D.jpeg

No segundo e último dia desta viagem, começamos pela Sagrada Família logo de manhãzinha para fugirmos às filas que tínhamos visto no dia anterior. Ainda assim tivemos direito a esperar na fila na mesma, mas garanto-vos que é uma espera que compensa! Entramos no enormíssimo templo, o qual se encontrava em obras, e admiramos todos os imensos pormenores que nos iam surgindo pela frente. Eram tantos pormenores que resolvemos sentarmos-nos para observar cada recanto.

Mais uma vez, obra-prima de Antoni Gaudí é considerada o expoente da arquitectura modernista catalã. Iniciada a construção em 1882, estima-se que esta termine apenas em 2026 aquando do centenário da morte de Gaudí!

O templo possui também um museu e é possível aceder às torres onde podemos usufruir de uma vista espectacular sobre Barcelona! Compramos obviamente o bilhete com o acesso às torres (cerca de 15€ na altura, se não me engano). Foi o mais bonito templo católico que visitei, fiquei completamente rendida à sua beleza.

19963967_zkwpK.jpeg

19963968_flv2e.jpeg

19963966_5yzBO.jpeg

19963970_tGA7i.jpeg

19963971_hqZHE.jpeg

Depois desta visita que nos fascinou, seguimos para o Arc de Triomf e para o Parc de la Ciutadella. Um arco de triunfo que nada tem a ver com o famoso que existe em Paris, mas não menos bonito por isso! Este foi construído como porta principal da exposição universal de 1888.

Quanto ao parque gostamos muito também. Este foi construído onde outrora existia uma fortaleza militar, possuindo actualmente cerca de 17 héctares. Neste podemos encontrar o Zoológico de Barcelona, a sede do Parlamento da Catalunha e os museus de Geologia e Zoologia. Destacam-se uma belíssima fonte e a estátua de um mamute reproduzido á escala real!

19963978_aRHFb.jpeg

19963980_hnT4B.jpeg

19963982_jLkgn.jpeg

19963988_tG8ze.jpeg

Após passarmos um momento agradável no Parc de la Ciutadella, fomos até à Plaça de Espanya onde se encontram as Arenas de Barcelona um centro comercial que antigamente era nada mais nada menos que uma praça de touros! Esta tradição foi proibida na Catalunha e daí surgiu a ideia de criar o centro comercial. Neste podemos usufruir de uma visão panorâmica no seu topo.

Seguimos para a Avenida de La Reina Maria Cristina e Montjuic onde existe a Font Mágica de Montjuic na qual fazem um espectáculo com água e luzes. Com imensa pena não havia espectáculo programado para esse dia. Continuando escadas acima encontramos o Museu Nacional d' Arte de Catalunya com vista sobre a avenida e a Plaça de Espanya. Foi aí que sentados nas escadas do museu passamos um bonito momento a dois, apreciando o anoitecer em Barcelona com um senhor a cantar como banda sonora. 

Passamos ainda pelo Estadi Olímpic Lluís Companys, onde se realizaram os Jogos Olimpícos de 1992, e ainda que exaustos corremos até o Camp Nou o qual se encontrava já fechado para a infelicidade do namorido.

19964014_ORBaw.jpeg

19964011_Mt2z9.jpeg

19964012_8NnuO.jpeg

19964013_9iJI2.jpeg

Foram dois dias cansativos mas muito bem passados nesta cidade maravilhosa. Até hoje são muito poucas as cidades europeias que conheço, mas esta é sem dúvida a minha preferida até ao momento! Barcelona é uma cidade colorida e muito agradável, juntando cidade e praia de forma harmoniosa.

19964017_H8zz8.jpeg

 Neste Verão estaremos de volta à Catalunha, mas desta vez o destino será outro!

2 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

diariooitentaenove@gmail.com