Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DIÁRIO 89

Criando memórias desde 1989

25
Jul15

Cheques bancários

Em França existe um hábito que não me lembro de ver a acontecer em Portugal: pagamentos com cheques bancários. Não falo de um pagamento qualquer, porque sei que os cheques ainda se usam em algumas situações, falo de pagar as compras no supermercado.

Por vezes já fartos de esperar na fila da caixa constatamos que o cliente da frente vai pagar com cheque e aí é o fim! É preencher o cheque, é passá-lo numa máquina, é mostrar o documento de identificação, é apontar o número do documento... Enquanto isso só penso se aquela pessoa não conhece o cartão multibanco, e a minha vontade é de deixar as compras e ir embora! 

Um destes dias dei comigo quase a rir sozinha enquanto fazia compras num supermercado e vi um cartaz a anunciar que a partir de Agosto não iam ser mais aceites os pagamentos com cheque. Enfim uma boa notícia para a minha paciência! É por estas e por outras, que vemos que Portugal não é de todo um país atrasado como muitos julgam.

24
Jul15

Bruxelas

No fim de Junho fomos à descoberta de mais uma capital europeia, desta vez Bruxelas! Madrugamos e lá partimos em direcção da capital da união europeia, para uma viagem de mais de 300 quilómetros.

Após uma viagem de mais de três horas, chegamos a Bruxelas e apesar das nossas expectativas estarem divididas, devido a opiniões que nos foram dadas antes da viagem, não foi por isso que ficamos menos entusiasmados. Resolvemos estacionar os carros num parque até ao dia seguinte, pois no centro de Bruxelas a deslocação em carro torna-se complicada, pelo que privilegiamos os transportes públicos.

As Galeries Royales St. Hubert, foram o primeiro local que visitamos. Estas galerias são um complexo de três passagens comerciais cobertas inauguradas em 1847, fazendo deste espaço um dos centros comerciais mais antigos da Europa. A galeria do rei, a galeria da rainha e a galeria dos príncipes, contam com várias lojas luxuosas, desde lojas de relógios a lojas de chocolates, a maioria delas com montras magníficas.

DSC04790.JPG

DSC04793.JPG

DSC04799.JPG

DSC04801.JPG

Passando através destas galerias, entre ruas e ruelas chegamos a bonita praça que é a Grand Place. Esta é a praça central de Bruxelas onde podemos encontrar o Hotel de Ville e a Maison du Roi, e normalmente é o primeiro local visitado pelos turistas. Cheia de movimento, esta é sem dúvida uma belíssima praça o que faz com que seja considerada uma das mais bonitas do mundo.

DSC04811.JPG

DSC04818.JPG

DSC04875.JPG

17
Jul15

Pedaços da História

Há mais de dois anos que trabalho directamente com idosos, o que além de aprender imenso com eles há experiências que me vão marcando. Das experiências pelas quais eu vou passando, uma das quais eu gosto muito é a de lidar de perto com centenários! Já foram mais que os dedos de uma mão os que tive a felicidade de conhecer.

A maioria deles não aparentam ter um século de vida em cima dos ombros, pelo que muitas das vezes fico boquiaberta quando lhes descubro a data de nascimento. 

A minha cabeça dá largas à imaginação perto destas pessoas. Penso na longevidade que as suas vidas tomaram e tudo aquilo que terão feito, tudo aquilo que terão vivido e tudo aquilo que terão sido, pelo que o meu respeito por estas pessoas não tem limite.

Há uns tempos contactei com uma senhora de 105 anos, que para mim foi das mais queridas que conheci até hoje. De baixa estatura, cabelos brancos e riso sempre pronto a ser lançado da sua boca, é com ternura que a guardo na minha memória. Recordo-me de ela me ter pedido ajuda para se deslocar da cadeira para a cama, pois apesar de ter mais de cem anos ela apenas precisava de uma pequena ajuda. Ajudei-a então, e quando ficamos em pé as duas, disse-lhe "Parece que vamos dançar!", e ela com o seu querido riso me respondeu "Só se for uma Polka!", e aí desatamos as duas a rir.

Quando vejo que há pessoas com menos de metade da idade desta senhora, mal com tudo e com todos, e ela no alto dos seus 105 anos com uma energia contagiante, só penso que o mundo está perdido. Felizmente existem estes pedaços da História, que nos ensinam imenso e nos fazem olhar a vida de outra maneira.

15
Jul15

O dia em que a Tour Eiffel brilha ainda mais

Ontem pela primeira vez estive em Paris num dia tão emblemático para os franceses. Rumamos à capital, chegando por volta das 16h00 ao Arco de Triunfo, descobrindo uma cidade vestida nas cores da bandeira. Caminhamos pelos Champs-Élysées até ao Jardin des Tuileries onde se encontra instalada actualmente a feira popular. Paramos um pouco por lá e aproveitamos para lanchar, não fossem haver inúmeras barraquinhas a tentar-nos com os seus crepes e churros.

19400372_WZdyH.jpeg

19400373_35MtV.jpeg

19400374_vvPQJ.jpeg19400376_Q7GAg.jpeg19400375_DrOZV.jpeg

Depois desta pausa resolvemos dirigir-nos até ao Champs de Mars a fim de encontrar um lugar onde pudéssemos assistir ao fogo de artifício previsto para as 23h00. Como nós, muita gente estava a tentar aceder a esta zona previligiada para ver a Tour Eiffel, e quando lá chegamos foi impressionante a quantidade de pessoas que lá se encontrava sentada no chão! Olhavámos por todo o lado e não conseguíamos encontrar um único espacinho onde nos pudessemos sentar. Continuamos a caminhar e foi já no fim do Champs de Mars entre a Escola Militar e o Mur pour la Paix que arranjamos lugar, sentados em cima da terra.

Fomos jantando esperando pelo momento alto do dia, ouvindo o concerto lírico enquanto o dia ia dando lugar à noite.

19400380_PuwFZ.jpeg19400379_zwhDW.jpeg

19400381_qHmZH.jpeg

Às 23h00 o fogo de artíficio tão esperado começou, este ano com o tema "Paris accueille le monde" (Paris acolhe o mundo). Uma forma de dar as boas vindas ao Euro 2016 que ocorrerá na capital francesa, e um piscar de olhos aos Jogos Olimpícos de 2024, aos quais Paris é candidata.

Durante cerca de 35 minutos senti-me num sonho, entre o fogo de artifício, a Tour Eiffel a piscar, e os diferentes estilos musicais que fizeram parte deste espectáculo, desde música brasileira a música oriental, foi sem dúvida um momento mágico! Um espectáculo a ver pelo menos uma vez na vida, na minha opinião. Em 2016, se puder conto lá estar novamente.

19400383_VKptC.jpeg

19400384_CeRrN.jpeg

19400386_F3DGQ.jpeg

 "Paris sera toujours Paris! La plus belle ville du monde." ♥

10
Jul15

Parc Astérix

Em Junho aventuramos-nos com os amigos e rumamos para um dia de pura adrenalina e emoções fortes no Parc Astérix. Sem recordações da minha ida a este parque quando era mais nova, a não ser através de vídeos filmados e fotografias tiradas pelos meus pais, foi com muito entusiasmo que lá voltei. Inaugurado no ano em que nasci, em 1989, este parque temático é dedicado à banda desenhada Astérix. 

20150621_102617.jpg

20150621_103251.jpg

DSC04692.JPG

Aventuramos-nos na primeira atração, o Romus et Rapidus, uma atração aquática, em que percorremos uma espécie de rio a grande velocidade dentro de boias, dando direito a muitas gargalhadas e também a roupa molhada!

DSC04705.JPG

20150621_103738.jpg

No universo La Grèce Antique andamos em praticamente todas as atracções, das quais se destaca  o Tonerre de Zeus. Esta é uma montanha russa em madeira, com 33 metros altura e atinge uma velocidade de 80km/h. Foi nesta atracção que a adrenalina no seu estado mais puro se fez sentir pela primeira vez. Uma subida sem fim que nos levou a uma descida a pique de tirar o fôlego! 

De seguida assistimos ao espectáculo que envolve golfinhos e otárias. Um momento de descontracção muito bonito.

DSC04749 (2).JPG

DSC04713.JPG

DSC04737.JPG

DSC04754.JPG

Pág. 1/2

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

MEMÓRIAS

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D